Notícias - Geral / Publicado em 09/05/2018 às 14:29

Taxistas têm até o dia 21 de maio para instalar taxímetros

Por Simone Ludwig

Taxistas têm até o dia 21 de maio para instalar taxímetros
Taxistas têm até o dia 21 de maio para instalar taxímetros

Acaba segunda-feira, dia 21, o prazo, já prorrogado, para que os 10 permissionários do serviço de táxi implantem o taxímetro nos carros. A medida é embasada pela Lei Municipal nº 2.920/2014, alterada pela 3.318/2017, e tem como objetivo buscar respeito aos direitos dos consumidores, sem apresentar prejuízo ao serviço dos taxistas.  O taxímetro irá tornar a cobrança das viagens mais justa e padronizada para todos, além de diminuir diversos problemas, tendo em vista que é um instrumento de medição confiável, certificado pelo Inmetro, tanto para o taxista, como para o passageiro, pois o preço do serviço público de táxi irá ser igual para todos.

Todos os taxistas estão instruídos, tanto que a administração municipal intermediou uma reunião, no dia 24 de abril, entre eles e a empresa que fornecerá os equipamentos. Na ocasião, foi apresentado o modelo de taxímetro, bem como as tarefas e demais detalhes sobre o serviço.  “O taxímetro funcionará de maneira automática, ou seja, determinando a bandeira de acordo com o horário. Por exemplo, a bandeira II é das 18h30 às 7h30 em dias úteis e a partir das 13h aos sábados e domingos. Já nos feriados, ela funcionará em período integral, até as 7h30 do dia útil subsequente”, explica o secretário de Gestão Pública, Gabriel Assmann.

O secretário faz questão de ressaltar que o cidadão também deverá fiscalizar o serviço. “É importante que o munícipe também ajude a fiscalizar. O sistema será fiscalizado pela Prefeitura, Inmetro e pelo cidadão”, afirma. “No momento que o cidadão entrar no carro, ele deve verificar se o taxista ligou o taxímetro naquele momento. Vale lembrar que, com a implantação do taxímetro não terá aumento de preço, será cobrado o que sempre deveria de ter sido, mas que antes não tinha forma de controle pelo cidadão”, complementa Gabriel.

Ao total são 5 pontos de táxi, onde os dez carros estão distribuídos: sete locados na Estação Rodoviária, um no Posto de Saúde, um no Hospital Schlatter e um no Supermercado Selbach. “Essa implantação do taxímetro é mais uma ação de todo o processo de reorganização do serviço de táxi, que vem acontecendo desde 2012, como, por exemplo, a organização dos pontos, a busca de atendimento noturno, aparência dos veículos, capacitação para os taxistas e agora a cobrança justa”, argumenta Gabriel.

 

Notícias

Mais notícias