Notícias - Segurança / Publicado em 27/09/2018 às 11:39

Servidores Municipais recebem treinamento de Primeiros Socorros e Combate a Incêndios

Por Simone Ludwig

Servidores Municipais recebem treinamento de Primeiros Socorros e Combate a Incêndios
Servidores Municipais recebem treinamento de Primeiros Socorros e Combate a Incêndios

Os dias 11 e 18 de setembro foram de aprendizado para cerca de 50 servidores municipais. Isto porque, eles participaram de um treinamento voltado para Primeiros Socorros e Combate a Incêndios, ministrado pela equipe dos Bombeiros Voluntários de Feliz.  A iniciativa traz impacto direto na prevenção de acidentes aumentando a confiança dos funcionários treinados quanto a melhor postura em casos graves.  Sem contar, que a falta de conhecimento sobre como proceder é um dos piores combustíveis do alvoroço em casos de emergência.

Conforme destaca o técnico em Segurança do Trabalho da Prefeitura de Feliz, Adilson André Kochenborger, no treinamento os servidores aprenderam técnicas de combate a princípios de incêndios e de primeiros socorros, com ensinamentos teóricos e práticos. ‘Além de medidas de prevenção, as técnicas de combate a um princípio de incêndio são de extrema importância, uma vez que se for combatido da maneira errada pode agravar uma situação e gerar um grande sinistro. Já um princípio de incêndio não combatido pode rapidamente agravar para uma situação difícil de reverter’, explica.

Adilson destaca também, que quanto aos primeiros socorros, foram abordadas diversas situações, como, por exemplo, engasgamento, queimaduras, hemorragias, convulsões, etc. ‘As medidas de emergência que devem ser aplicadas nas vítimas de acidentes ou em perigo de vida até a chegada de atendimento especializado, também são de extrema importância, pois com atitudes muitas vezes simples é possível diminuir o sofrimento, evitar complicações futuras e em muitos casos salvar vidas’, relata. ‘Queremos agradecer a equipe dos bombeiros, em especial ao comandante Marcos Freitas Bianchet e os bombeiros Ediran Petter e Cesar Dalzochio’, conclui.

 

Notícias

Mais notícias