Notícias - Educação / Publicado em 07/11/2018 às 11:26

Município recebe certificado no Prêmio Gestor Público

Por Simone Ludwig

Município recebe certificado no Prêmio Gestor Público
Município recebe certificado no Prêmio Gestor Público

O prefeito Albano Kunrath, juntamente com a secretária de Educação e Cultura, Marcia Fetzer e integrantes da pasta Karina Rott, Sandra Ludwig e Méri Juchem Ströher, participaram na noite de ontem, dia 6 de novembro, da solenidade de premiação dos concorrentes ao Prêmio Gestor Público 2018, o qual o município foi finalista.  Feliz concorreu com o projeto “Saúde do Escolar” e recebeu o certificado de reconhecimento no Teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa do RS.

O 18º Prêmio Gestor Público é promovido pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do Rio Grande do Sul (SINDIFISCO-RS) e pela Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais do RS (AFISVEC) e tem o objetivo premiar ações de gestores públicos municipais que se destaquem na implementação e na manutenção de projetos, visando ao aprimoramento da gestão e à obtenção de resultados positivos para a comunidade.

Ao todo foram inscritos 134 projetos por 68 Prefeituras. “É com muita alegria e satisfação de ter o reconhecimento de mais um trabalho em prol da melhoria contínua da nossa educação”, ressalta Marcia.  “Este prêmio de reconhecimento vem ao encontro do trabalho continuado que vem sendo feito nos últimos anos na área de educação. Investindo os recursos de forma eficiente para qualificar cada vez mais o nosso ensino”, enfatiza Albano.

O projeto SAÚDE DO ESCOLAR tem por objetivo proporcionar o atendimento gratuito para alunos com dificuldades de aprendizagem do Município de Feliz, através da contratação de atendimentos de profissionais na área da psicopedagogia, psiquiatria, psicologia, neurologia e fisioterapia, e resultou no atendimento de mais de 5.700 alunos em todo município e na redução dos índices de reprovação do município. “O projeto vem ocorrendo desde 2015 e é uma parceria entre Secretaria e Educação e Cultura e Associação de Saúde Feliz.  Atendemos alunos de 4 a 17 anos”, destaca Marcia. “Com isso, percebemos que cada vez mais, a nossa cidade está oferecendo uma educação de maior qualidade, diminuindo muito o índice de reprovação e garantindo a conclusão dos estudos na idade regular”, acrescenta.  

 

 

Notícias

Mais notícias