Notícias - Geral / Publicado em 03/07/2017 às 16:24

Agricultura familiar na merenda escolar

Na Feliz, frutas e verduras que preparam a merenda dos alunos vêm dos agricultores do município

Por Diego Leonhardt

Alimentar os alunos da rede municipal de maneira saudável e ainda colaborar com o desenvolvimento da agricultura familiar. Esse é o objetivo do projeto Agricultura Familiar na Merenda Escolar que é desenvolvido pela Secretaria da Educação em parceria com Secretaria da Agricultura e Emater/ASCAR. A Prefeitura compra frutas e verduras dos produtores de Feliz e serve na merenda.

 

Há alguns anos os envolvidos na realização do projeto perceberam que os alimentos consumidos na merenda escolar, comprados de grandes fornecedores, eram os mesmos produzidos pelos agricultores do município. Baseados em resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação-FNDE, o poder público iniciou as tratativas diretamente com os produtores do município.

 

A compra das frutas e verduras frescas direto dos agricultores familiares garante mais praticidade e qualidade no preparo dos alimentos. Como a logística é feita toda dentro do território municipal, os produtos não necessitam ficar por horas dentro de veículos de transporte, o que favorece também, a troca de alimentos que por ventura não atenderem os padrões de qualidade exigidos pela Secretaria Municipal de Educação.

Foto: Diego Leonhardt
Foto: Diego Leonhardt

Os alunos não são os únicos beneficiados pelo projeto, pois com o auxílio da Emater/ASCAR, os agricultores se formalizaram e formaram grupos para venderem seus produtos para a Prefeitura. Eles participam de um chamamento público, enviam propostas, e os mais organizados e aptos a oferecer maior qualidade e agilidade são selecionados para fornecerem os alimentos. Isso garante geração de renda e contribui para o valor adicionado da agricultura.

 

O Prefeito Albano Kunrath enfatiza que o Programa gera um ciclo de benefícios para toda a população. ‘O dinheiro fica no próprio município, gerando uma cadeia econômica que valorizara os agricultores familiares e os incentiva a investir em qualidade de fabricação e processos, como produtos orgânicos que são recomendados pelo FNDE’, comenta.

 

Além de todos esses benefícios, o Programa está de acordo com a resolução número 26, de 17 de junho de 2013, que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE. De acordo com a resolução, do total dos recursos financeiros repassados pelo FNDE, no mínimo 30% deve ser utilizado na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural.

Na Feliz, porém, essa porcentagem vai mais longe: no ano passado foram mais de 70% desse dinheiro no Programa. ‘Feliz utiliza mais que o dobro dos recursos repassados pelo FNDE, e mais recursos próprios, em produtos oriundos da agricultura familiar. Dessa forma, os alunos recebem produtos de qualidade semanalmente produzidos no próprio município’, destaca a Nutricionista Núbia Hilgert, responsável pela compra e controle de qualidade dos alimentos que os estudantes consomem.

Agricultura familiar na merenda escolar

Fotos: Diego Leonhardt
description

Notícias

Mais notícias