Rodar o site até o rodapé

Notícias - Fazenda / Publicado em 05/08/2020 às 13:19

Programa Municipal de Microcrédito libera R$130 mil para empreendedores locais

Por Simone Ludwig

Programa Municipal de Microcrédito libera mais de R$80 mil para empreendedores locais
Programa Municipal de Microcrédito libera mais de R$80 mil para empreendedores locais

No intuito de proporcionar aos microempresários, microempreendedores individuais e profissionais autônomos de Feliz a oportunidade de acesso a empréstimos na modalidade microcrédito, a Administração Municipal criou o Programa Municipal de Microcrédito. A iniciativa, que é de cunho socioeconômico, proporciona empréstimos facilitados e juros baixos, de 5% ao ano, no valor de até R$ 5mil.

É considerado Microcrédito, para efeitos desta Lei, empréstimos de pequeno valor e de caráter social, inclusivo e orientado, com burocracia reduzida e juros inferiores aos praticados no mercado financeiro, visando o fomento à economia local, a ampliação e democratização do acesso ao crédito. Além disso, é uma medida de apoio a empreendimentos afetados pela COVID-19, e que necessitam de crédito, seja para seu capital de giro, como também, para promover melhorias em seus negócios.

Conforme o secretário da Fazenda e Desenvolvimento Econômico, Jônatas Weber,  com mais de dois meses da promulgação da Lei Municipal 3.717/20, que criou o Programa, houve a liberação de microcréditos para 26 micro ou pequenos empresários, dos mais variado setores. Também estão em fase de inscrição ou análise um total de quatro pedidos. “Todos preencheram as condições para obtenção do valor máximo permitido, de R$ 5 mil e hoje o valor liberado já soma  R$ 130 mil. Por isso, inclusive, aumentamos o crédito de R$ 150 mil para R$200 mil”, afirma.

O crédito foi obtido por variados tipos de microempresas, na área de pintura e construção civil, restaurantes, lojas de roupas, estéticas, pequenas fábricas de móveis, empresas ligadas a área de eventos, de turismo, entre outras. “O microcrédito me ajudou muito, em questão de comprar materiais e máquinas que me permitem ter melhores condições de trabalho.  Também consegui comprar uma moto para me deslocar melhor na ida e vinda para o serviço.  Para mim foi muito bom ter acesso e ser aprovado nesse microcrédito”, conta o pintor Charles Estevão Gomes, de 46 anos.

A oportunidade é vista com bons olhos e está sendo muito elogiada. “O financiamento veio em uma hora muito boa para nós prestadores de serviço aqui da região. Com o dinheiro, adquiri uma Máquina de Pintura Airless, uma serra elétrica, um lava jato maior e alguns equipamentos pequenos, além de poder ampliar o serviço, pude empregar mais duas pessoas. Foi muito bom”, relata um empreendedor de 43 anos.

Segundo Jônatas, todas as empresas que procuraram o microcrédito estão em dia com as três esferas de Governo. “São empresários conhecidos na comunidade, e nos chamou atenção que a grande maioria optou pelo parcelamento em um número de parcelas inferior ao máximo permitido, de 36 prestações”, ressalta. “O objetivo é de auxiliar e dar folego financeiro às pequenas empresas que muitas vezes tem acesso dificultado ao crédito. Como se trata de um canal facilitado de crédito, o único para diversos empreendimentos, o empreendedor tende a manter o pagamento em dia, para não ficar sem crédito. É um Programa inovador, com o município atuando diretamente no socorro àqueles que necessitam, ou fomentando as empresas que usam o crédito para melhorar e crescer”, complementa.

 

Para aderir

Para ter acesso ao benefício, as empresas ou profissionais deverão formalizar o pedido através de requerimento, em formulário disponibilizado presencial ou eletronicamente pelo município. Vale ressaltar, que o projeto de investimento, deve contemplar vários quesitos, dentre eles: descrição das atividades da empresa/autônomo, citando seu histórico, ramo de atividade, produtos/serviços ofertados, seu público/clientes e demais aspectos relevantes paras sua caracterização; declaração do faturamento dos últimos 12 meses; o valor requerido; dentre outras informações. Os financiamentos concedidos serão de, no mínimo, R$ 1 mil e de, no máximo, R$ 5 mil.

Notícias

Mais notícias